terça-feira, 30 de junho de 2009

Coisas Velhas - Das cores

Chega de disfarçar! O mundo não é tão simples como eu demonstro às vezes.

Eu pinto um mundo fácil... que é o que enxergo na maioria das vezes, mas nem sempre ele se mostra nos mesmos traços quando em outro "ponto de vista".

Às vezes ele pede uma tinta mais fosca, às vezes mais rústica, às vezes mais escura.

Não tem como pintar o traço de uma desilusão, por exemplo, de laranja.

Antes um mundo mesclado com relâmpagos de cores mortas que um mundo com o colorido falso da alienação.

Não tem como dizer que o vermelho da paixão é o mesmo vermelho da dor, qualquer um nota a diferença, pode ser a mesma cor, mas a tonalidade dada pelo sentimento é que traduz a real intenção do traço.

O Rosa do amor e da fragilidade se escurecido, ou olhado sobre uma luz sentimental diferente se torna o roxo das mágoas, e você já reparou a proximidade infeliz dessas duas cores?

Não, não sou infeliz, calma!

Mas enxergo que mesmo no meio do meu otimismo surgem rabiscos na contra-mão.

E depois que aprendi isso me desencantei claramente com pinturas totalmente vivas, completamente alegres, cheias de "energia". Elas soam como uma música de arranjos bem trabalhados, mas com uma letra insípida.

Um quadro real sempre passa cores e sentimentos diversos.

É a beleza colorida da contradição...

14 comentários:

(marta selva) disse...

eu adoro essa diversidade.
saber q para ter a paz deliciosa teve o odio amargo, e antes do amor tao vivo e constante teve um timido medo.. gosto de saber q as cores escuras fazem as sombras, e sem as sombras..nao teriamos tantas sensacoes gostosas..e nem sequer as perspectivas nos quadros...
ah eu adoro o entrelaças das cores. fazem a vida ter muito mais gosto..
;*

Pequena Poetiza disse...

eu gosto da infinitude das cores
de traços e compassos mais diversos
nas cores e nas suas curvas e contornos.

adorei demais o post

beijos

Gabriela disse...

Bacana as analogias,os sentimentos e as cores, e a vida às vezes é preto e branco mesmo, mas ainda vale a pena tentar continuar,mesmo com a clareza de que nem td tem o conceito de perfeito incorporado plenamente.
Beijos

Menino Poeta disse...

Nada não é tão simples, principalmente pra quem estar buscando respostas, conquistas de sonhos!! Porém as coisas mais difíceis são as mais gostosas de se viver.,
Belo o seu post

Ju Fuzetto disse...

Belo texto!!!!!!

Anônimo disse...

'Não tem como pintar o traço de uma desilusão'

que lindooo...


Vou te adicionar.

Beijos e bom dia ;)

flavia diniz disse...

Esse anomino fui eu

Izabela disse...

Queremos ver o mundo de nossa maneira. Através de nossas ações o mesmo, "muda de cor".

Beijo, querido!

Noemyr disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Noemyr disse...

Adorei o post =)
E é bom pintarmos uma ilusão de laranja, ás vezes!
Faz com o que a gente sofra menos ^^
Beijos :**

Laís de Ponte disse...

"Mas enxergo que mesmo no meio do meu otimismo surgem rabiscos na contra-mão."
Isso é muuuuuuito verdadeiro...
Até os mais otimistas têm que reconhecer que algumas pedras surgirão no meio do caminho trazendo alguma negatividade, e isso é a coisa mais normal do mundo.
Bem, obrigada pela visita ao meu blog!!!!!!!
Gostei daqui, já estou acompanhando!
beijão!

Priscila Rôde disse...

Lucas, obrigada pela visitas!
Obrigada pela chance que me deu de conhecer seus BELOS textos. Nossa, como escrever bem viu? Eu adorei, mesmo!

Noemyr disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Pois é...
Mandei dos comentários pq assim.. haha
Eu estava te seguindo.. Juro que tinha um "SEGUIR" ali do lado...
Mas aí depois vi que não tinha mais o "SEGUIR" kkkkkkkkkkk
Ai achei meio bobo deixar um comentário que estava te seguindo, sendo que não tem como segui-lo rsrs
Ai, ai
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Beeijos :***

Stella Tavares disse...

Adorei suas postagens tão reflexivas e poéticas e, ao mesmo tempo, tão reais. Voltarei outras vezes. Abraços.