segunda-feira, 19 de outubro de 2009

O crime compensa (ou: Existem Dias)

Existem dias em que precisávamos recomeçar em tudo...

Voltar e repensar cada uma das escolhas precessoras

Mudar as músicas que já se exibiram na nossa vitrola vital

Repaginar, refiltrar, Refilmar... todos meios pra tentar novos fins,

Existem dias em que necessitávamos novas cores pros nossos quadros

Que a vontade é que todas nossas construções fossem demolidas

Ou desmontadas que seja, para que numa nova releitura...

Criássemos algo novo, totalmente reestruturado, remodelado...

Mas como às vezes precisamos de ajuda pra isso, confirmo:

O crime compensa e mais que isso... faz luzir...

se a vítima, sua obra, puder reconstruir.

16 comentários:

Hosana Lemos disse...

caramba, lindo!

é, tem dias que me vem essa sensação também.
de recomeçar, rever...re...re...re!


adorei!!

^^

Yasmin F. disse...

Tocantee! ;D

Vlw por passar no meu blog!

***MissUniversoPróprio*** disse...

Lindíssimo. Muitas vezes dá vontade de reconstruir tudo do zero...apagar as memórias, esquecer os deslizes, destruir as feridas, maquiar as cicatrizes...

Boa semana pra ti, e eobrigada pelos sempre lindo comentários lá no blog. ;)

=***

Babizinha disse...

Obrigada por passar em meu blog.

Ah, se o relógio vital nos permitisse voltar atrás, mas como não é possível, recomeçar já é um bom sinal.

*Seria bom se você colocasse Widget de Seguidores. Adorei a forma como tu escreves.
;*

Erica Ferro disse...

Preciso reeditar, reecriar, me REforçar.

Muito bonita a postagem.

Beijo.

Jééh disse...

puts texto mui perfeito, até me arrepie toda aqui O.O

é realmente recriando (reinventando) até a dor se torna poesia e é impossível não olhar com outros olhos o que antes não podiámos nem se quer encarar.

adorei tbm o seu comentária no meu blog, eu não posto sempre mas vou adora sua presença lá/fato

e tbm curtir muto seu blog/fatissimo então bjs e prometo voltar mais vezes ^^

Claudia disse...

Perfeito! aliás, assim como tudo que tu escreve guri!
Escreve com a alma...por isso sempre nos "vemos" em suas linhas.

Aline V. disse...

seria bom se pudessemos voltar no tempo pra poder fazer tudo diferente...mas como isso nãoé possível, o melhor é tenta fazer de forma melhor daqui pra frente...

adoreiii

PS: Muito legal falar com vc

beijinhos

kááh disse...

Preciso recomeçar urgentemente ;x
adorei seus textos, são perfeitos!

Kristina Mendonça disse...

Pode ser que valha à pena, dependendo do que é valer pra você .
Eu acredito que todas as nossas "construções" possam ser "demolidas" por nós, a questão é que só se é capaz de demolir o que de fato temos alcance...

Nathy disse...

Já era pra eu ter comentado algo aqui, mas confesso que tempo pra fazer o que gosto, não tem me sobrado muito.. enfim!

Adorei seu texto.
Vivo sensações assim dia após dia.
Vontade de voltar a rua do destino, virar na próxima esquina, pegar o 1º atalho, qualquer coisa que me faça esquecer de momentos ruins, palavras que magoaram.
Mas aí em seguida, percebo que o importante não é recomeçar do zero, é continuar de onde se parou, e não cometer os mesmos erros. Não que isso signifique não poder mudar de caminho. A vida nos permite escolhas, só temos que saber qual seguir.

Beeijos.
Até a próxima

Natália Ferreira disse...

calma paciencia achu que estao iterligadas e tabm acho que me falta beju

Natália Corrêa disse...

Ah, se eu pudesse simplesmente apagar minhas páginas antigas para reescrevê-las depois, eu teria cometido muitos crimes... ;)

Thaysa Oliver. disse...

É como se enfiar numa máquina do tempo!
Mesmo achando impossível tem muita gente que consegue voltar e ter a chance de mudar certas coisas, e por incrível que pareça não MUDAM!
É o tão famoso "O que tem de ser, é e pronto!"

Maria Eduarda Luna disse...

Aaah, muito lindo. Precisamos sempre renovar e, muitas vezes, voltar atrás.

-

Beeeijo!

carla l. disse...

Parece até que você leu minha mente! Às vezes sinto muita vontade de voltar atrás e mudar tudo, mesmo sabendo que estaria correndo o risco de não ser tão feliz como sou agora... Só pra saber como seria se tivesse escolhido o lado B ao invés do lado A, sabe?