quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Das leis e seus transgressores...

Desde pequeno impus algumas leis ao meu id...¹

(¹ aspecto da personalidade relacionado com as reações instintivas

(Como se ele aceitasse imposições... balela...)) voltando ...

A primeira era de que a imagem não seria a prioridade

Em detrimento a tudo que recebemos dos externos

Ainda que soubesse dos leigos filtros imputados em meus olhos

Também pensava que sonhos eram espasmos de realidade

Infusões de magia no meu "consciente burro"

Não enxergava que não é o sonho que precisa da realidade aos seus pés, e sim o contrário... A realidade precisa do sonho pra se manter altiva

Sempre achei que seria feliz só se me mantivesse de pé

Ainda que machucado, ainda que manco, maltratado...

Depois de velho descobri a grandeza de se ajoelhar

Pensava ainda que devia ter tudo planejado...

Traçar uma meta e percorrê-la... Desviando-me o mínimo

Descobri que nem os objetivos consigo traçar

O importante é manter os olhos na direção certa

Ainda que sonolentos...

Ainda que nus...

Ainda que fechados...

Incansavelmente eu continuo a infringir as leis...

Das quais eu mesmo fui o autor...

21 comentários:

Nana disse...

OLá, estou aqui para agradecer a visita ao meu blog, dizer que adorei seu blog... sao seus textos?
OTIMOSSS"!!

estou te seguindo!!!
bjoo

Vanessa Souza Moraes disse...

O id não obedece assim facilmente, rs.

Flávia Diniz. disse...

Oláááá, querido!
eu também nunca mais tinha vindo aqui.
Como sempre muito bom seu blog.

Beijos.

Ju Fuzetto disse...

adoro seus textos!!

abraço

Priscila Rôde disse...

Me vi numa aula agora!
rs
Estava com saudades!
Maravilhoso!

Hosana Lemos disse...

já me impus regras e leis, no final sempre faço o contrário de boa parte delas...meus conceitos mudam, minha opnião também, assim como a concepção que tenho das coisas.

:P

beijooss

Natália Corrêa disse...

é preciso ter coragem pra duvidar das nossas próprias certeza

Thaisa Schelles disse...

Lindo esse texto, construimos nossas próprias regras e sempre as "infringimos" quando somos abalados, quando deixamos a emoção nos tomar conta em vez da razão.

Fran disse...

"Depois de velho descobri a grandeza de se ajoelhar"
Achei profundo, muito profundo e engraçado porque você não é velho né Lucas :)
Dizem que o melhor da vida é não planejar nada, não [des]esperar nada, assim nos decepcionamos menos...

Beeijos!

Juliana. disse...

Olá Lucas,
precisamos dos sonhos como objetivos para seguir esta vida! Caminhamos (perceba) sempre em busca de algo, alguém, algum motivo!!

Sim, palavras verdadeiras!

Bjos no teu coração!!

Erica Ferro disse...

"Incansavelmente eu continuo a infringir as leis...
Das quais eu mesmo fui o autor..."

Isso me tocou.
Eu também continuo a infrigir dia a dia as minhas leis.

Beijo.
Bons dias, como diz você, rs.

Mitsuyia disse...

oiiii...

muito obrigada por passar no meu blog....e ter comentado...
estou te seguindo!!

bjss
volte sempre*

Gabi Petrucci disse...

"A realidade precisa do sonho pra se manter altiva"
O sonho acaba nos servindo de motivação, não é?
Fazendo-nos acreditar no "pote de ouro ao final do arco íris"...
É tão difícil cumprir metas, mesmo que estabelecidas por nós mesmos.

Belo texto!
Beijos

Sαbrinα disse...

Noossa, eu já mais havia percebido essas pequenas coisas, que são tão grandes. Lindo olhar ao mundo voce tem e com certeza uma maneira de viver, que vai melhorando a cada dia que passa, a cada descoberta.
:)

Rebeca disse...

Oieee!!!
Desculpe a demora para aparecer aqui!
Fiquei ausente da net e acabei mudando o blog agora!
Espero sua visita por lá tbm ^^

Adorei o texto, aliás, os textos... =)
e vamos bater mais papo no msn! hahaha

Ah, já te sigo aqui!
Beeijos e um bom restinho de semana!

Daniela Filipini disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Daniela Filipini disse...

Regras são feitas para serem quebradas!

Jééh disse...

se andar sempre na linha corre o risco de atropelado pelo trem/fato ^^

otimo texto ^^
bjs e inté mais :*

mary g. disse...

Nunca seguimos as regras, pois a graça da vida está em quebrá-las.

Beijo.

Juliana Marques. disse...

A realidade precisa do sonho pra se manter altiva.

nessa ordem exatamente.

Paulinha disse...

eu tb sou assim, me imponho limeites e eu msm quebro tds eles...


Beeijo!